ryotiras

RyotIRAS

Fala galerew

Finalmente fiz um header novo e um bannerzinho
RyotIRAS

Taí pra quem quiser botar no blog 😀

Tinha muita gente sugerindo parcerias e tals, agora dá pra gente ir planejando isso.
Quem quiser estamos aí, é só me explicarem como funciona 😀
Valeu pessoal!

RyotIRAS

MAUS & PERSÉPOLIS

a idéia dessa tira surgiu hoje na aula da Pity, História da Arte no Brasil II – Moderna e Contemporânea
Poisé, eu nunca imaginei que ia tirar algo proveitoso dessa disciplina haha
Enfim, ela contando na aula que na época da ditadura ela levava livros socialistas/capitalistas/seiláistas escondidos na sacola de fraldas sujas… e se fosse pega podia ficar presa pelo resto da vida. Depois de tudo ele disse que hoje em dia ela acha o conteúdo dos livros uma grande bobagem…!
Então, inspiração total na história dela, tanto que a figura do último quadrinho lembra um pouco ela.
E finalizando, três outras inspirações relacionadas… as clássicas graphic novells, provavelmente já comentadas aqui
PERSÉPOLIS da Marje Satrapi e MAUS do Art Spielgman < - ambas são leituras obrigatórias!!! e por fim, o filme que dá título a tira, BALZAC E A COSTUREIRINHA CHINESA que trata de dois jovens vivendo em um vilarejo bastante atrasado em uma comunidade sob um regime que proibia a leitura de livros ocidentais... vale a pena!!!

atari

a psicanálise dos contos de fadas

pink power

buster charles keaton  chaplin

bidê ou balde

teoria das cores

causa e consequência

o texto do link é bonzin, mas não fala nada do que a gente já não sabe. O que me impressionou foi descobrir que era do Pedro Bial haha

fim de semana retrasado fui pra Brasília pela primeira vez…
algo que reparei logo de início foram as planícies sem fim
alto contraste com o terreno extremamente acidentado de Minas Gerais
enfim, geralmente faço alguma tira pra retratar essas minhas viagens, então lá vai:

alvorada

pra quem não sabe, estou aproveitando o estilo de uma série de tirinhas feitas por inúmeros internautas
que são bastante popular nos blogs, fóruns e cantos obscuros das internets da vida
com certeza vocês já devem ter visto algo assim por aí….

e pra finalizar essa faladeira de hoje, recomendo que cliquem na tira
o link vai para a página de uma banda muito boa o “Móveis Coloniais de Acaju”
gosto demais do trabalho deles, sem dúvida um dos trabalhos mais promissores
no cenário musical brasileiro atual.
eles são de Brasília, e lançam o seu CD C_MPL_TE amanhã, em formato de donwload para todo mundo!!! 😀

a esperade um milagrea


Pedro pedreiro pensei esperando o trem / Manhã, parece, carece de esperar também
Para o bem de quem tem bem / De quem não tem vintém
Pedro pedreiro fica assim pensando / Assim pensando o tempo passa
E a gente vai ficando pra trás / Esperando, esperando, esperando
Esperando o sol / Esperando o trem
Esperando o aumento / Desde o ano passado

Para o mês que vem /Pedro pedreiro penseiro esperando o trem
Manhã, parece, carece de esperar também
Para o bem de quem tem bem / De quem não tem vintém
Pedro pedreiro espera o carnava / E a sorte grande no bilhete pela federal
Todo mês / Esperando, esperando, esperando
Esperando o sol / Esperando o trem / Esperando aumento
Para o mês que vem / Esperando a festa / Esperando a sorte


E a mulher de Pedro / Está esperando um filho / Pra esperar também


Pedro pedreiro penseiro esperando o trem
Manhã, parece, carece de esperar também
Para o bem de quem tem bem / De quem não tem vintém
Pedro pedreiro está esperando a morte
Ou esperando o dia de voltar pro norte
Pedro não sabe mas talvez no fundo
Espera alguma coisa mais linda que o mundo
Maior do que o mar
Mas pra que sonhar
Se dá o desespero de esperar demais
Pedro pedreiro quer voltar atrás
Quer ser pedreiro pobre e nada mais
Sem ficar esperando, esperando, esperando
Esperando o sol / Esperando o trem
Esperando aumento para o mês que vem
Esperando um filho pra esperar também
Esperando a festa / Esperando a sorte
Esperando a morte / Esperando o norte
Esperando o dia de esperar ninguém
Esperando enfim nada mais além
Da esperança aflita, bendita, infinita
Do apito do trem

Pedro pedreiro pedreiro esperando
Pedro pedreiro pedreiro esperando o trem
Que já vem, que já vem, que já vem (etc.)

que pecado, acabei não colocando mas a letra é da música PEDRO PEDREIRO do tio Chico Buarque de Holanda